Visualizações

24 abril 2014

486



Lei do Gerson
ROGERIO SANTOS

Quem mostra a sola não perde ponto
Quem liga pra bola é foca e tonto
Pagou ingresso o problema é seu
No campeonato o apito é meu

Quem dita a regra é meu tribunal
Ainda por cima se o Flu tá mal
Tem doze grandes e o resto é manha
Escolhe algum pra boi de piranha

Rio sexta é "cesta de 4 pontos"
Mão Santa não era o Oscar e pronto?
Se todo Schimidt é bom de bandeja
A champagne gela no "ora veja"

A Lusa é curda, joga pedra nela
A Lusa é o povo, o problema é dela
Quem vem de toga no picadeiro?
Na Rua da Ajuda, Rio de Janeiro

Se dentro de campo o meu gol não vem
Armo a arapuca e "vem cá neném"
Um Feliz Natal - mundo é dos espertos
Que no futebol vale a "lei do Gerson"


19 abril 2014

485




Timo
ROGERIO SANTOS

com a poesia
essa língua de criar imagens
essa arte de caçar palavras
essa artimanha de tramar destinos
essa nudez aparente no fio da meada
ainda vamos argumentar um novelo
e com as mãos atinadas tecer uma rede
que amarrada com as cordas vocais
vai ninar em nós, pra valer, com desvelo
o sono bom da própria vida

04 abril 2014

484



Biografia
ROGERIO SANTOS

tuas unhas negras
teu retrato em branco e preto
e vi nisso uma pergunta
(por que demorais?)

se queres, mulher, poesia
diga-me com os olhos
que sais tua boca saliva

minha língua de poeta
de laborioso esteta
quer saber como te livro

calmamente
poro à poro
um alfabeto traduzido