Visualizações

10 janeiro 2013

400





Quatrocentos 
ROGERIO SANTOS

escrever é uma sina
publicar é uma sanha
oração não cabe em cela
e pau não foge de aranha
quatrocentos são os golpes
vinte mil são os galopes
entre o cravo e a ferradura
do ostracismo e do ibope
se a inspiração me fascina
entorno mais meio xarope
dábliu, dábliu, dábliu, ponto
folha de cima blog spot


/

4 comentários:

Caranguejúnior disse...

Beleza Beleza! Rogério!

Parabéns pelos quatrocentos que vão aos quatro ventos.

Manda bala!

Abrax!

rogerio santos disse...

Valeu Júnior...
Espero continuar na trilha...

Grande Abraço,
Rogerio

Irinéa MRibeiro disse...

Ah! escondeu direitinho essa mina!
Vou passar um bom tempo por aqui! bjss

rogerio santos disse...

Parceira, a casa é sua...
Na verdade, eu divulgo o endereço as vezes... mas a velocidade virtual colocou os blogs num segundo plano... eu não abro mão do meu.

Espero que alguns escritos sejam do seu agrado e quem sabe, de futuras canções...

Beijos e bom 2013