Visualizações

08 maio 2008

169



O Juiz e a Sogra
ROGERIO SANTOS

eu tava tão bem na padoca em Santo Amaro
mas tinha que ver o meu time no estádio
roubado por um argentino salafrário
a minha bandeira virou escapulário

quem torce pra Portuguesa de Desportos
coração tudo pode aguentar

depois do apito ficou sapo entalado
além do nervoso inda me pisaram o calo
um dia vou ver esses caras rebaixados
e minha mulher fica me tirando o sarro

quem torce pra Portuguesa de Desportos
coração tudo pode aguentar

eu chuto o cachorro ela já descola um gato
pra ver o escroto mijando o meu sapato
ou faço vender para o cara do churrasco
ou fico com ele e ela sobe no telhado

quem torce pra Portuguesa de Desportos
coração tudo pode aguentar

a sua mãe liga o ar condicionado
só para dizer que precisa de um casaco
proponho mandar pro deserto do Saara
acabo perdendo metade do ordenado

quem torce pra Portuguesa de Desportos
coração tudo pode aguentar

ainda ventilam que sou muito encanado
que vivo apegado nas coisas do passado
eu como calado mas deixo meu recado
quem faz nessa vida aqui vai pagar dobrado

quem torce pra Portuguesa de Desportos
coração tudo pode aguentar

3 comentários:

Flavia Melissa disse...

olha só como a vida é mesmo a arte dos encontros, embora hajam tantos desencontros pela vida...

eu aqui, toda toda tentando fazer poesia, e encontro o blog de um poeta.

me emocionou.
beijos & stay fabulous.

Pituco disse...

portuga,

tuas imperfeições(rs!) são perfeitas, poeta!

abraçsonoros
namaste

lucia disse...

encantada!!!


beijos poéticos


Lúcia