Visualizações

16 novembro 2008

197




Pelos Pólos
ROGERIO SANTOS
(para melodia de Renato Candro)

cheguei tão perto de você
que não consigo mais viver
meu corpo todo pede
decididamente
que o mundo se acabe num beijo

pele
.......pelos
................pólos
.........................teus


turbilhão de prazer
primavera do ser
plenitude talvez ?

assim tão perto de você
e traduzido vou viver
por esse amor

que toda a luz
de um novo dia

faz a vida florescer


6 comentários:

Wagner Marques disse...

poema bem pensado!

vmfinzetto disse...

Oi, Rogério, ontem não consegui, mas agora vai! Lindíssimo.. quero ouvir a melodia. Até amanhã, poeta! Beijão
Vi

Anônimo disse...

Quem é o Cantor Misterioso do Blog do Língua?

livia soares disse...

Beleza, Rogério.
Fiquei imaginando a música...
Um abraço.

Andrea Motta disse...

Querido Rogério,
você sabe que sou sua fã incondicional! e que portanto, gosto muito do seu blog, e no meu blog bordando essencias, fiz uma indicação e lhe presenteei com um selo, veja lá! Bom final de semana,
beijocas,
Andréa

JR disse...

Lindo! De arrepiar os pelos, a pele e os pólos... PARABÉNS, poeta!