Visualizações

09 novembro 2009

241



Poema dia
ROGERIO SANTOS
poemapele
poematoma
poemasia

e chega um dia
que a quitanda
fecha as portas
por falta de magia

poemapele
(apele)
poematoma
(ematoma)
poemasia

que chega o dia
que de noite
é assim mesmo
se falta gás
fugaz fome
comida fria

poemapele
não me negue
o aroma

não me machuque
ferida
poematoma

um sal de fruta
pra curar
poemasia

cantar de galo
em outra freguesia

poema adia
(poema)
poemagia
(poema)

poema dia
que escrever
é folia

é carnaval
festa pagã
poema dia

6 comentários:

Miná disse...

Sempre bem inspirado e com boas vibrações!! Música certa! Até quase assoviei aqui uma melodia..eheheheh... beijo amigo

Rafaela Figueiredo disse...

eu fico me perguntando: de onde vêm as inspirações de poetas assim???!!

que coisa maravilhosa de ler - recitar - ver - admirar...

o/

Virginia Maria disse...

Poematoma é roxinho...rs Adorei. Beijos, Rô!

Jac. disse...

Gosto muito dos seus poemas!

O meu é um poematoa
Quase um poemateu

Um poemabraço, pra VC.

JR disse...

Para um poemasia, sugiro um poemantiácido....

Karinne disse...

Gostei muitoOo!!^^