Visualizações

12 fevereiro 2010

258


Peninsular
ROGERIO SANTOS

um dia seguirá
como o aboio
de um verso amigo
o bom sorriso
do meu velho pai
que meio mundo
soube circular

então só restará
aquela ilha
adentro mar deserto
discreta creta
mini minotauro
tão preso a tudo
que redundará

a lenda é pressentir
aquele abraço
um beijo com gosto
muito obrigado
pro meu velho amigo
que vai comigo
em tudo que faz

além de perseguir
aquilo tudo
que me foi proposto
sem ter palavra
regra de se olhar
e engolir
todo tipo de choro
pra hidratar

e sempre ficará
todo momento
estampado no rosto
intimo um istmo
para que a vida
possa seguir
sempre peninsular

3 comentários:

Cíntia Thomé, Jornalista, Escritora e Poeta . - disse...

choro pra hidratar...

Maravilha!

rodrigo mebs disse...

bomdimais! marav(ilha) ser esse pedacinho de carne cercado de sentidos por todos os lados!

vmfinzetto disse...

Essa me cala fundo...maravilha, poeta. beijos