Visualizações

06 junho 2006

33



Click!
ROGERIO SANTOS

céu azul celeste
sol oriente de outono
ar seco, brisa fresca
manhã de serôdio luar

o tempo não é de flores
mas sempre será primavera

jardim, varanda, janela

- violeta singular -

2 comentários:

Anônimo disse...

amigo lindo,obrigada...vivi

Anônimo disse...

grande poeta,linda foto também...estou anunciando o end.de teu blog, como sugestão de poesia singular...Rogério Santos, poeta paulistano...pela site www.radiomaxima.net/ Pituco namaste