Visualizações

23 junho 2006

39



Textura
ROGERIO SANTOS
( Para Valéria Tarelho )

verão
nos
teus
versos
que
nunca
se
despe
da
própria
pele
a
veste

2 comentários:

Anônimo disse...

Rogério, exato és tu sobre a precisão dos versos de Valéria, que aliás são 'duTarelho'...Pituco,namaste

vαℓéя!α tαяeℓhσ disse...

ahhh, não vale! desde 23 de junho aqui e devo ser a última a saber!!!
adorei! estou em transe, tamanha emoção!

poxa, da próxima vez (próxima?? rss), não me deixe assim no vácuo. não acredito que você me falou das fotos que andou poetando e ficou caladinho quanto a esse "presentoema"!

sou suspeita, mas ficou perfeito!! ;)

grande beijo de admiração!