Visualizações

16 agosto 2007

119



Elegância
ROGERIO SANTOS

a elegância
vai muito além
da aparência

apresenta toques florais,
amadeirados
imunes a percepção
de qualquer olfato

brilhos vitrais
multicoloridos e invisíveis
nuances e tons
com uma dose prima
de sinceridade

a elegância é um conjunto
e toca nota por nota
uma doce melodia
até invadir todo espaço
e por para bailar os sentidos

4 comentários:

Mônica Montone disse...

concordo plenamente!

que tal começarmos uma campanha: mais elegância, por favor!

???????????

rsrsrs*

beijos e muuuuito obrigada pelo seu pouso elegante no canteiro Fina Flor. Seja sempre bem vindo!!

MM.

CH disse...

Elegância...
Coisa sempre bem vinda [e que costumo encontrar aqui, pelo burilar dos seus versos].
O poema me levou a pensar em paisagens, naquelas em que a memória parece guardar todas as sutilezas.
Grande abraço, Rogério.
Carlos

Pituco disse...

a elegância é silenciosa...abraçsaudosos,signori...namaste

Limeira disse...

Olá amigo Rogério? Linkei seu blog lindo no blog de nossa Oficina Literária. Viu? Um abraço e parabéns pelos textos. Saludos. Maria José Limeira.
http://oficina-blog.zip.net