Visualizações

17 setembro 2008

189



Circular Avenidas
ROGERIO SANTOS

a patroa
chamou minha sogra
pro jantar
(de novo?)

a inxirida da véia
tratou de pentelhar
(telefone à cobrar)

- imprestável !...
...qual ônibus
tenho que tomar?
(eu mudei de barraco)

naquele instante
foi quando a idéia me ocorreu:
(hoje eu vou me livrar)

- pega o Avenidas
e vai até o ponto final
(acho que vai demorar)

já vão três dias
e ninguém mais ousa perguntar
(acertei no milhar!)

a jararaca,
virou balaústre do busão
(ligação à cobrar...)

no banco dos bôbos
que nem um boneco "michelin"
(ligação à cobrar!)

- caiu meus dentes
mas não há um meio
de chegar...
(quáquáráquáquáquá)

toma uma sopa
e espera chegar
o ponto final
(ou desce no Araça!)

eu agradeço
em preces a CMTC
(Deus há de abençoar)

pelo Avenidas
que fez minha sogra
circular

4 comentários:

Paulo D'Auria disse...

hehehehe!!!!

Excelente, Rogério!

Nossa próxima reunião já foi marcada: sábado 27, em uma feira-livre (o próximo tema será pastel de feira, assim já vamos nos inspirando).

Só falta combinar a feira direitinho, depois te aviso.

Abração!

jr disse...

Muito bom Poeta! Já comentei lá no Blog Genérico, no qual vc nos brindou também c/ esse provável e delicioso samba. Mas sei que essa sogra aí não é real... ou melhor: é real mas não é a sua! P/ a minha canto há muito aquela bem bobinha: "Eu gosto da minha sogra, pode falar quem quiser, é minha segunda mãe, é mãe de minha mulher..."

Flavia Melissa disse...

ahhhhhhhh, mas eis que então eu já tenho um trabalho seu favorito!

(sem falar que eu aaaaamo parênteses)

As Mina disse...

uiaaaa! os Penha/Lapa me passa por aqui também, belo? Pegue ele aí nas Freguesia e me vem até as Moóca pra gente comê um churro, porque nem só de champagne e champignon vive um poeta, né mess??