Visualizações

15 fevereiro 2009

211




Abraço
ROGERIO SANTOS

foi só loucura e lucidez
sol no caminho das mãos
da boca, do olfato, da tez
entrelaçados corações

equidistantes feridas
dançaram nas vias de fato
foi tanto amor que se fez
que se estancaram no ato

escrito na seda da dor
um sim sobrepõe palavras
afronta perguntas questões
na ternura de um abraço

só por loucura e lucidez
sol no caminho das mãos
da boca, do olfato, da tez
entrelaçados corações

equidistantes razões
que se estancaram no ato
um sim sobrepõe questões
na ternura de um abraço

2 comentários:

Adriana disse...

um abraço sobreposto nas palavras mais doces...que bonito teu poema!

Compulsão Diária disse...

O sol no caminho dos amantes é iamgem instantânea -cifra do instante do abraço criação. Na palavra de todo dia - abraço- vc cria o Abraço