Visualizações

03 fevereiro 2009

210



Ponto Final
ROGERIO SANTOS

o amor quando acaba
carrega a poesia
com força de enxurrada

sobra nessas horas
como único recurso
o indefectível ponto final

5 comentários:

Adriana disse...

ponto de interrogação indefinido?:por que?
anndixson.blogspot.com

JR disse...

Grande verdade em tão poucas (e lindas) linhas... Abração, Poeta!

Lilia disse...

O difícil é colocar, de fato, este ponto final pois a enxurrada que levou a poesia não levou nem lavou as lembranças do que passou.
Bjs

Flavia Melissa disse...

Meu problema com pontos finais é que nunca coloco um só.

E de ponto final prá reticências, nesse caso, é só uma questão de tempo...

Beijos

Compulsão Diária disse...

Inexorável enxurrada.ç
Coisa mais difícil é botar ponto final ..:)))