Visualizações

18 junho 2017

560



Cacos e Argila
ROGERIO SANTOS
(para Paulo Nunes e seu poema ALEPPO, BENTO RODRIGUES)

de cacos e argila
- o coração -
carrega uma vila

de alumbre e penumbra
- o coração - 
ainda assombra

de natural teimosia
- o coração - 
ainda bomba

onde a morte persiste
- o coração -
é um dedo em riste





Nenhum comentário: