Visualizações

02 setembro 2006

57



Carro Anfíbio
Letra:ROGERIO SANTOS
Música: TONY "PITUCO" FREITAS

Todo ano, no verão
A estória se repete
Na primeira chuva forte
São Paulo vira uma enchente

São pobres perdendo casas
Avenidas alagadas
Meninos nadando em poças
Dezenas de cenas ingratas

Aí nosso bom prefeito
Interrompe seu rodízio
E todo bom cidadão
Vai andar de carro anfíbio

Um esperto tecnocrata
Tem brilhante solução
Fazer desassoreamento
Construir um piscinão

E nem bem começam as obras
Surrupiam um milhão
E vão entupir os bueiros
Numa próxima eleição

Se o lixo é sempre o mesmo
Os insetos sem asinhas
Passeiam de helicóptero
Apreciando a tardinha

" O barquinho vai...
a tardinha cai..."

2 comentários:

vαℓéя!α tαяeℓhσ disse...

meu caro amigo, andei passeando pelo blog do Pituco e ouvi maravilhas por lá! parabéns aos dois, isso sim é casamento perfeito!

preciso te escrever solicitando um help, mas deixa passar a poeira do feriado prolongado.

beijo!

Prof Toni disse...

Cadê a música?