Visualizações

18 dezembro 2006

77



Monstro do Cobertor
ROGERIO SANTOS
( canção para ninar Letícia e Mariana )

lá na casa vizinha
mora um monstro que não existe
é o monstro do cobertor
( não existe, mais eu vi...)

dizem que esse monstro
apavora as criancinhas
com os seus dois superpoderes:

- ele toma a forma dos pés de quem quer
e atravessa as paredes.

3 comentários:

Pituco disse...

Poeta,nosso universo infantil brazuca é habitado por monstros,seres amedrontadores...e,nas cantigas aquela veia 'punk'...'atirei o pau no gato-toto'...'a canoa virou,vou deixar ela virar'...'o cravo brigou com a rosa'...'nana nenê que a cuca vem pega'...e por aí vai!...hehehe...Feliz Natal prati e todos os teus e um Ano Novo com muito equilíbrio,saúde,música e poesia...namaste

Fred Neumann disse...

O poema das ervas aromáticas também é espetacular, Rogeriones!

Essa canção de ninar é boa, mas pra deixar o bicinho acordado, hahaha!

Que você tenha um 2007, com TDO de bom, hehehehe!

Abração, muita paz e saúde pra você e sua família,

Fredones

Elza Rocha disse...

Querido,

Apesar de transmitir uma idéia assustadora, com inteligência, você abriu uma porta com o propósito de manter um diálogo com minhas filhinhas Letícia e Mariana. Que esse monstro não desapareça nunca.

Grande beijo!

Elza