Visualizações

29 janeiro 2009

209



Batalha Naval
ROGERIO SANTOS

eu queria ter aval
para ler com toda calma
os poemas recolhidos
nas páginas do livro
de um dia de verão

um ver de mar azul
um verso de ficção
[faróis] entre colchetes
e casa ampla pros botões
de tua fina blusa rendada

afinal não custa nada
imaginar a situação

[num gostoso tête-à-tête

brincando batalha naval

primeiro "tchibum" n'água, A2

na sequência você revida D4]


6 comentários:

anareis disse...

Estou fazendo uma campanha de doações para criar uma minibiblioteca comunitaria na minha comunidade carente aqui no Rio de Janeiro,preciso da ajuda de todos.Doações no Banco do brasil agencia 3082-1 conta 9.799-3 Que DEUS abençõe todos nos.Meu e-mail asilvareis10@gmail.com

Adriana disse...

wow,batalha naval nesse caso, não custa nada!rs poema interesanté´´eérrimo!

JR disse...

Lindo e sensual, Poeta! Adorei a Batalha Naval... peço permissão p/ levar o seu poema, como um convite, à alguém especial. Vc é o cara!

rogerio santos disse...

Professor, obrigado pelo comentário e.... pode levar...hehehehe

Tião Martins disse...

ahahahahahahahah!
revida D4! essa foi muito foda...

esse é o Rogério!

abraço Dcínico!

Flavia Melissa disse...

tchibum na água A2 é ótimo, mas revida D4 te faz ser engraçadinho...