Visualizações

25 janeiro 2010

252



Esteio
ROGERIO SANTOS

do amor
(meandros de um rio)
nada posso dizer

mas deixo pistas
no olhar

leitura intensa
a quem possa interessar

4 comentários:

Fernanda S. disse...

Curto e intenso.
Que seja eterno enquanto dure...

Beijos

Rafael Castellar das Neves disse...

Oi Rogério!!!

Vim conhecer...e gostei muito daqui!!!

Incrível, mas como meu último texto tb falamos de rio e coisas deixadas para trás..

[]'s

Analuka disse...

Está perfeito o conjunto, a imagem da espiral que se aprofunda, e o poema breve mas intenso, como já foi dito. Parabéns! ABraço azul.

rodrigo mebs disse...

sutilmente saboroso poema