Visualizações

09 janeiro 2008

141




Doce de Poesia
ROGERIO SANTOS
( para Cláudia Gonçalves )

é doce a moça e transforma gesto em carinho
é doce a moça e faz do aceno matéria
é doce a moça e faz maré de magia
é doce a moça e baila nua menina
e flutua, rodopia
e cintila, multiplica
chove noite, dorme dia
chove noite, dorme dia
chove noite, dorme dia
doce, doce
corda, tecla
poesia

Um comentário:

Cláudia Gonçalves disse...

Rogério, você domina a escrita, faz uma fusão do imaginário com o que se apresenta diante de seus olhos...manipulando as palavras sempre com muito bom gosto...
A emoção foi grande...pois saiba que me senti abraçada por este poema.
Obrigada, poeta, foi um lindo presente!

Te adoro!
Beijos da sua fã e amiga.
Claudinha